Viagem – Hotel em Nova Delhi

Na noite do dia 25/01 chegamos em Nova Delhi. Pegamos um táxi para o hotel que era algo semelhante a um Fiat 147, que já tinha sido batido várias vezes e depois pintado da cor de táxi. Claro que a gente podia ter pegado um carro normal, mas esse era metade do preço. Chegamos no local do hotel e eu fiquei com um pouco de medo. Era do lado da estação central de trem da cidade, mas o local é horroroso. Cheio de terrenos parecendo canteiros de obras abandonadas e mendigos dormindo por todo os cantos. O motorista passou a entradinha escondida do hotel sem querer e voltou de ré na avenida, já que na Índia o trânsito é sem lei. O prédio do hotel era arrumadinho e apresentável, e todos os indianos que eu pedi indicação falaram que era um hotel simples mas com bom custo-benefício. Pensei que fosse algo como Ibis ou Formule 1, já que também é uma rede de hotéis aqui. Inocente… Pra começar a gente chegou lá e tinha 3 recepcionistas homens e um hóspede e mesmo assim o atendimento demorou uns 5 ou 10 minutos. Depois de passar mais 10 minutos preenchendo formulários gigantes e mais 10 esperando não-sei-o-que, um dos recepcionistas nos deu uma chave-cartão com um número de quarto anotado num papel. Subimos de elevador e tentamos abrir a porta umas 3 vezes até ela ser aberta pelo cara que estava hospedado lá com sua família. E isso devia ser quase 1 da manhã, coitado. Pedimos desculpas e voltamos na recepção. O que eu achei muito estranho foi a naturalidade com a qual o gerente gordinho recebeu a notícia que havíamos sido mandados para um quarto já ocupado. Ele não pareceu espantado e nem pediu desculpas, simplesmente virou para o computador e falou outro número de quarto.

Chegamos no quarto (que felizmente estava vazio) e ele era realmente muito simples e pequeno. A TV já estava ligada e não havia controle remoto ou botões no aparelho, e pra desligar tivemos que tirar da tomada (já que a recepção não atendeu o telefone nenhuma vez que tentamos ligar). O quarto estava razoavelmente limpo, bem razoavelmente. A limpeza aqui, aliás, é algo que eles não prestam muita atenção. Tudo parece que foi limpo superficialmente e só o essencial. Se você olhar com mais cuidado vai reparar que os cantinhos (a torneira, o suporte de toalhas, o fundo do vaso) nunca foram lavados. Em muitos locais (como por exemplo a lojinha de conveniência desse hotel) o balcão, as mesas e produtos estão empoeirados. Enfim, estávamos com frio e com sono. Bastou um banho quente pra esquecer isso tudo e dormir.

1 thought on “Viagem – Hotel em Nova Delhi”

Comments are closed.